Lidere sua própria vida
2 de fevereiro de 2017
Viver sem medo, pular de olhos fechados.
6 de fevereiro de 2017

Seja seguro de si mesmo

Chega de viver a vida pela metade. Vemos muitos profissionais qualificados, mas paralisados pela insegurança. Construir uma carreira e uma vida de sucesso depende somente de nós e essa sensação de “eu posso” é preciso ser construída de dentro para fora.

A insegurança diante de qualquer tipo de desafio, seja profissional ou pessoal, é normal. Pensamos sempre se vamos conseguir, se venceremos, se seremos bem-sucedidos, faz parte da essência humana e também de como fomos ensinados a pensar e agir. Porém, ter na insegurança um leme para a vida é, além de estressante, extremamente desmotivador e entristecedor.

  • Uma coisa que posso dizer como gestora é: acredite no seu potencial! Se auto motive, busque suas próprias soluções.
  • Uma coisa que posso dizer como psicóloga é: busque seu verdadeiro eu, suas motivações interiores, seus valores, aquilo que faz de você uma pessoa única. Esse será o melhor direcionamento para a vida, consequentemente, para suas decisões em qualquer área.

Ter segurança em nosso potencial nos faz tomar melhores decisões e mais: correr riscos! São os desafios, os riscos que nos levam além. O que vemos são jovens inseguros de suas capacidades, fazendo tudo pela metade, nunca finalizando projetos, literalmente pulando de galho em galho, fugindo ao menor sinal de problema.

Uma carreira de sucesso se faz de autoconhecimento e determinação, eliminando o fator insegurança! Chegamos em uma fase da vida, aproximadamente aos 30 anos, na qual já experimentamos nossas habilidades, nos entendemos melhor e podemos nos posicionar.

Se você considera a si mesmo um trabalhador competente dentro do que lhe é estabelecido, está seguro do que faz, pode escolher se desenvolver mais ou não. E aí, é preciso estar aberto a críticas. Acatá-las quando forem construtivas, aprender a trabalhar em equipe, reconhecer as diferenças e as congruências entre as pessoas.

Quase tudo que deixamos de fazer na vida está ligado ao medo de fracassar. Porém, quando se é honesto consigo mesmo, e não falta autoestima, o fracasso pode ser transformador. Uma mola de mudança, de sucesso. O Erro ensina. Seja dono de si mesmo e pratique a verdade sem medo do fracasso.

Se você acredita em seu potencial, não precisa que ninguém lhe diga que é capaz! Se liberta do elogio e aumenta as chances de se realizar.

8 Comentários

  1. Ricardo Vasconcelos Lelis disse:

    Boa noite Társia,

    como uma opinião muito pessoal, não acredito em críticas construtivas. Vejo como uma palavra pejorativa, que cause dano e não benefícios. Para mim, seria como destruir algo para “tentar” reconstruir melhor, e isso eu chamo de “retrabalho” que dentro de uma empresa isso gera aumento dos custos de produção. (Ricardo Vasconcelos Lelis)

    As vezes me pergunto se o empresário de sucesso é uma pessoa completa, feliz, realizada. Vejo muitas pessoas dizerem que são felizes em determinados pontos, porém em outros não tanto. Essa dúvida me gera muita insegurança, pois nunca sei se onde chego é um lugar que me trará a felicidade e realização que almejo.

    Não sei se querer demais e não atingir o êxito é a causa de muitas inseguranças.
    Por exemplo: hoje, na atual situação política brasileira de incertezas, eu me pergunto se chegaremos longe nos projetos que temos. Temos total segurança no nosso trabalho pois buscamos maestria em tudo que fazemos, mas fatores externos nos causam insegurança.

    Eu lhe pergunto: como lidar com isso? Será que é só comigo ou seria algo geral por ser um fator externo que abrangeria todos os seguimentos e categorias?

    Att.

    Ricardo Vasconcelos Lelis

    • Boa Tarde , Ricardo , seus comentários são engrandecedores e te agradeço novamente sua participação . No meu ponto de vista não existe uma receita ideal para todas as pessoas nem para todas as empresas . Somos únicos e o conceito de Felicidade e realização completamente individual . No caso pessoal minha recomendação sempre será a busca do auto conhecimento com psicólogos especializados em poder te direcionar a você fazer suas próprias escolhas e no caso das empresas em primeiro lugar um diagnóstico do que deve ser organizado e planejado . Ótimo dia e sucesso

  2. Paulo Gil disse:

    Tarsia, boa noite.

    Ótimo post.

    O maior inimigo do homem é o medo, principalmente o de correr riscos de qualquer espécie.

    Outro dia ouvi uma frase que me motivou muito.

    “O Risco Remunera”

    Trabalhar e ganhar um salário, penso que todos sabem.

    O que é difícil é saber trabalhar para gerar receitas e o mais difícil ainda é RECEBER AS RECEITAS.

    Inadimplência, calotes e golpes premeditados legais e ilegais, ocorrem diariamente no mundo comercial e com empresas de todo porte.

    Quando trabalhei com meu pai vivi de perto todos esses percalços do mundo comercial e isto com certeza, me bloqueou muito,
    pois já vi e vive de perto muitos “calotes”.

    Mas hoje penso:

    Mais vale um calote do seu próprio trabalho, do que os percalços de ser empregado no mundo corporativo.

    Claro que toda regra tem sua exceção e além do tempo não parar, tudo muda.

    Por isso hoje temos o empreendedorismo em alta.

    Mas o EFEITO BRASIL ou o CUSTO BRASIL é uma doença que acomete o Brasil há mais de 500 anos.

    E a insegurança dos profissionais só diminuirá quando essa doença for curada.

    Será que hoje um imigrante ou um brasileiro consegue montar uma pequena transportadora e sobreviver ??

    ANTT, SPTrans, ARTESP, CETESB, FGTS, INSS, PIS, COFINS, ISS, ICMS e tantas outras siglas, taxas e impostos que eu nem sei que existem.

    Sem contar que, se não protocolizar a folha 20 cor de rosa carimbada no guichê da sobre loja, nada terá seguimento.

    Fora outras “cositas mas”.

    Prosperar, nem me arrisco a questionar.

    Mas vamos questionar para o Brasil Mudar.

    Att,

    Paulo Gil

    • Ricardo Vasconcelos Lelis disse:

      Boa colocação Paulo Gil,

      existem certos fatores que são difíceis de entender. Eu trabalho no setor ambiental. Hoje temos uma legislação onde é mais fácil conseguir autorização para derrubar uma árvore do que recuperar uma nascente d’agua. Complicado entender isso! Se é que é possível. Mas no nosso caso, isso pode parecer desanimador, mas acreditamos muito no nosso trabalho, isso é oque nos motiva a seguir adiante.

      Grande abraço!

      • Paulo Gil disse:

        Ricardo Lelis, olá.

        Não é difícil entender e é possível.

        Eu demorei muito para aprender e principalmente para acreditar, que a menor distância entre dois pontos NÃO é um reta, fora da ciencia.

        O que ocorre eu batizei de “EFEITO BRASIL”.

        E a explicação para isso é:

        “CRIAR DIFICULDADES PARA VENDER FACILIDADES”

        Por isso ocorre o exemplo que você citou:

        “é mais fácil conseguir autorização para derrubar uma árvore do que recuperar uma nascente d’agua.”

        E outro dia me contaram uma ótima.

        “Bater no cachorro é mais grave do que matar o dono”

        Não sei se é real, mas não duvido não.

        Rssssssssss

        Ótimo final de semana.

        Abçs,

        Paulo Gil

        • Ricardo Vasconcelos Lelis disse:

          Boa noite Paulo,

          A legislação ambiental é bem rígida sim. Temos no Brasil a melhor legislação ambiental do mundo, o que nos falta é eficiência na aplicação das leis e punição dos infratores.

          Sobre o cachorro é bem próximo disso. rsrsrsrs

          Bom final de semana!

          Abraços!

          Ricardo Vasconcelos Lelis

  3. Francisco camara disse:

    As dificuldades expostas são todas reais , mas a coragem de nóis empreendedores deve navegar contra isso e buscarmos o que almejamos .

  4. Adilson disse:

    Olá bom dia a todos.
    Olha todas as palavras aqui apresentadas,
    É de um conteúdo especial.
    Más infelizmente ou felizmente.
    Coragem; eita palavrinha mágica.
    Porém, sobretudoNão é para todos.

    Abraços; um lindo final de semana !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *