distância elegante
A distância elegante nos relacionamentos empresariais
30 de novembro de 2016
relações profissionais sólidas
Como construir relações profissionais sólidas em um mundo carente
2 de dezembro de 2016

Em busca do sentir

No imediatismo dos dias atuais, em que tudo é para ontem, não temos tempo para sentir. Funcionamos como máquinas, no piloto automático.

Para ter sucesso em qualquer setor da nossa vida, devemos buscar viver de modo equilibrado e saudável. Todos precisam ter razões mais importantes do que atuar, ou sobreviver apenas, como máquinas que se ligam quando acordam e dormem depois de um drinque diário ou de um Rivotril. Anestesiar os sentidos não fará com que não precisemos sentir. O sentimento é inerente ao ser humano e não há como tirá-lo da nossa essência.

Simplicidade

sentirPela ausência do sentir, as pessoas estão deixando a vida passar e se tornam cada vez mais incapazes das coisas mais simples, como contemplar o céu ou a companhia de uma pessoa querida. Aliás, a grande maioria só olha para baixo, para seus celulares e tablets. São muito ágeis para pesquisar informações na internet, mas pouco hábeis para bater um papo e conhecer o seu colega de trabalho. “Mas eu não tenho tempo para nada” – esta é uma queixa comum.

Por isto, a busca da espiritualidade vem crescendo como solução para resgatar os sentidos da vida e o sentimento humano. Qual é a minha e a sua missão? Precisamos entender esta pergunta e buscar respostas para sermos seres humanos completos e na essência.

Liderança

Nas organizações, um líder espiritualizado faz toda a diferença. Ele é mais cuidadoso e humilde, por isto mais próximo dos seus liderados. Reconhece que todos somos iguais e, assim, desenvolve a capacidade de olhar o outro como ele é, descobrindo seus talentos e inspirando-o quando necessário. Se precisa corrigir algo, usa da sabedoria e da orientação, em vez da humilhação, que rebaixa e desmotiva as pessoas.

Como tudo nas empresas e na vida, é claro que precisamos ter equilíbrio até para dosar a espiritualidade que empregamos no dia a dia. Um líder que diz a seus empregados que não vai pagar o décimo terceiro salário porque “Deus não permitiu” só frustra a equipe e perde a credibilidade. Neste caso, ele tenta revestir a falta de competência com uma suposta espiritualidade. Não é este o caminho.

A espiritualidade nas empresas deve ajudar os líderes e gestores no seu potencial para administrar colaboradores, torná-los motivados e, principalmente, trazer resultados para os acionistas através das pessoas. Ninguém age sozinho. Os líderes, nesta jornada, devem saber sentir, escutar, trazer soluções, motivar, acolher, gerar resultados e nunca perder a capacidade de sentir a ele próprio e ao outro.

3 Comentários

  1. Geraldo Afonso Porto Pedrosa disse:

    Tarsia, tenho acompanhado seus posts com atenção, e interesse cada vez maior, em função dos temas abordados.
    Está questão abordada hoje é extremamente importante é poucas pessoas se atrevem a fazê-lo.
    O espírito é algo pouco estudado e compreendido e é ele, justamente, o elo entre o homem e o Criador, o guardião de nossa herança individual e o ator principal na evolução do ser humano. Sendo assim, quando se fala em crescimento pessoal, que inclui o crescimento profissional, falamos obrigatoriamente na aquisição de conhecimentos materiais e conhecimentos transcendentes ( ou imateriais ) , no que a participação do espírito é essencial.
    Uma vez mais te parabenizo pela abordagem do tema.

    • Geraldo,antes de tudo muito obrigada por estar prestigiando meu trabalho. Acredito que como seres humanos estamos em um processo de crescimento constante e que somos formados de corpo,alma e espírito e seria impossivel do meu ponto de vista crescermos sem o equilíbrio destas 3 áreas .
      Sucesso e um forte abraço ,
      Tarsia Gonzalez

  2. Valéria Pinheiro Assunção disse:

    Tarsia, parabéns pela abordagem. Eu nos meus 55 anos de vida, também penso que o ato de “nos aceitar” em cada etapa da vida, realmente seja um dos caminhos ideais para nossa felicidade plena, para no nosso corpo, para nossa alma e para nosso espírito.
    Bjs, Valéria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *