Empatia: A pílula da convivência saudável
5 de dezembro de 2016
Gestora enfatiza importância dos processos para maior produtividade nas empresas
7 de dezembro de 2016

Diversidade é interação, e não somente inclusão

Quando falamos em diversidade, a minha mente traz a imagem de um caleidoscópio – várias peças que formam imagens dinâmicas e integradas, que mudam constantemente, formando um desenho harmônico a cada giro.

Diversidade é um conjunto de diferenças e semelhanças, e não somente o que nos difere do outro. Não é uma classificação em que uns estão “dentro” e outros estão “fora”. A diversidade é muito mais do que reunirmos pessoas diferentes em um mesmo local, em uma mesma empresa. É integrar o conjunto de diferenças e semelhanças de cada um para que o ambiente de trabalho seja mais produtivo e criativo, gerando soluções inovadoras.

E esta troca é enriquecedora. Ter equipes caracterizadas pela diversidade é uma forma de reconhecer como as diferenças e semelhanças de cada pessoa podem contribuir para o desenvolvimento de um trabalho, tornando o ambiente mais justo e favorecendo o coletivo. É reconhecer a existência do outro, com suas opiniões, suas atitudes, seus aspectos físicos e psicológicos e quaisquer outras características que formem esta pessoa.

A diversidade pressupõe interação. Não basta sentarmos ao lado do colega que consideramos “diferente” ou “diverso” e trocarmos uma ou duas palavras. Não. Usar estes rótulos já indicam uma espécie de ressalva à presença do outro. Já a interação, sim, esta promove inovações, melhorias e sinergia no ambiente de trabalho, porque eu reconheço o outro como uma pessoa que está colaborando para o nosso projeto.

Construirmos um ambiente diverso consiste em uma renovação – de ideias individuais e coletivas. É uma mudança de clima organizacional. É trazer trocas criativas e aprendizados em grupo para o nosso dia a dia – e todos só têm a ganhar com isto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *