Crise é oportunidade

Para quem pensa que não há nada de bom na crise, fique sabendo: esse é o melhor momento para revisar processos e mudar a trajetória da empresa, se for preciso. Ninguém sai ileso, mas companhias que vêm a crise como apenas mais uma etapa saem dela fortalecidas e ainda mais competentes.

Momentos extremos ajudam a trazer à tona o melhor e o pior das pessoas. Há quem fique com a ansiedade à flor da pele e crie um dia a dia de pressão constante que, ao invés de ser produtivo, acaba por minar as forças e as expectativas, por outro lado quem tem sabedoria consegue de forma tranquila, encontrar saídas e sempre sai ganhando.

Desde 2008, vemos uma verdadeira dança das cadeiras no mercado. Marcas são lançadas e extintas na mesma velocidade, CEOs trocados, times todos readequados, empresas que fecham as portas, enquanto outras não deixam de produzir – e lucrar. Mas qual a diferença? Por que alguns conseguem extrair do momento de crise o que ele tem de melhor?

Meu olhar é: quem vê como oportunidade, cresce, avalia, estuda, implementa, troca, faz o que for preciso para ir aprendendo, entendendo a lógica da transformação pela qual o mercado está passando. Quem tem medo da crise, é engolido por ela.

Então, como passar por esse momento, que ainda dura uns bons anos, de cabeça erguida? Enfrentando a crise como oportunidade. Revendo estratégias, engajando o time de forma transparente, comunicando sempre tudo que está sendo realizado: líderes que agem de forma equilibrada e transparente imprimem força às equipes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *