Tarsia Gonzalez realiza palestra no 13º Fórum de Segurança e Saúde no Trabalho Da FEBRABAN
14 de março de 2017
Estresse, o principal desafio das empresas modernas
16 de março de 2017

Autogestão, o caminho para uma carreira bem-sucedida

Conhecer suas potencialidades e limitações e construir uma relação saudável com seus objetivos é o primeiro passo para conquistar autonomia e produtividade. Melhor: a autogestão ajuda a gerenciar melhor as equipes!

Autogestão começa com autoconhecimento. Ninguém consegue determinar seus objetivos, prazos, metas, controlar e equilibrar o dia a dia se não conhecer a si mesmo. Normalmente, autoconhecimento chega com a maturidade e se aprende com os percalços da vida. Porque é difícil para quem está envolvido visualizar o problema! É como o velho ditado: santo de casa não faz milagre – e não faz mesmo, a não ser que tenha uma visão muito apurada sobre sua própria realidade.

Quantas vezes, como executiva, identifiquei que existia algo errado em uma equipe, enquanto o próprio gestor de área não conseguia perceber qual era o problema. Nosso olhar está sempre voltado para fora! E aí, tínhamos que contratar uma consultoria externa para passar alguns dias dentro da companhia e fazer o diagnóstico daquilo que estávamos cansados de saber.

A autogestão parte do olhar para dentro, perceber a realidade interna, seja da própria pessoa ou de uma equipe/área. Ter humildade para pedir ajuda se for necessário mas, principalmente saber se prevenir em todos os campos da vida. Estar aberto a ouvir as críticas e refletir sobre elas ao invés de logo querer começar uma briga. Quantas vezes tive problemas por causa disso. Por amor, quis mostrar o caminho e perdi algumas amizades e relacionamentos. Não sou dona da verdade, mas sei pedir feedback e considero todos importantes, mesmo quando discordo. Como presidente do conselho de uma companhia tão cheia de diversidades, aprendo mais e mais sobre a importância de saber ouvir.

A ambição não pode ser maior que nossos valores, seu trabalho não pode ou pelo menos não deve ser maior que seu amor próprio. Seu ego em ser reconhecido não pode passar por cima daqueles que ama, seu desejo de ter um corpo magro e lindo não pode ser maior que sua saúde. Temos que saber o preço de nossas escolhas e ter uma autogestão de nossos limites.

Saber dizer não se for preciso, aprender a negociar com a vida. Ter nas suas mãos a sua felicidade. Uso agora meu exemplo: assumi meu desejo de chegar aos 100 anos. Mas o que eu preciso fazer para chegar lá? Qual é a minha parte? Isso é autogestão. Construir metas e objetivos para alcançar meus sonhos.

O problema é que o mundo tem envolvido tanto as pessoas em regras capitalistas que estão ditando para elas de fora para dentro que elas precisam TER para ser alguém.

Já faz algum tempo que passei por processo de coaching e descobri a minha “Chave para o Futuro”. Aprendi a exercitar me projetar para o futuro, imaginando como quero estar daqui 10 anos. Se você fechar seus olhos e não conseguir se sentir realizado quando faz esta projeção, pare tudo porque tem algo errado em sua vida.

Claro que vão existir surpresas sobre as quais não temos controle, mas, quando você está em equilíbrio e sintonia com você mesmo, saberá lidar com o inesperado. Autogestão é autoconhecimento, ou seja, ter, de forma concreta, de dentro para fora, o que você precisa para SER feliz.

2 Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Tarsia, bom dia.

    Concordo plenamente, mas feliz daquele que chega nesse estágio o mais rápido possível.

    Considerando-se o que você disse; “Já faz algum tempo que passei por processo de coaching e descobri a minha “Chave para o Futuro”, sugiro que você escreva um post
    sobre o tema “Processo de Coaching”, penso que além de útil para mim poderá ser para muitas outras pessoas.

    Será isso uma Terapia Profissional ????

    Avalie a sugestão e torço para que você aprove.

    Att,

    Paulo Gil

  2. ANTONIO DONIZETE ORSINI disse:

    Muito bom seu artigo. Existem muitos profissionais que ainda não aprenderam olhar com a lente dos olhos para além de sua sombra, buscando se proteger ao invés de se autodesenvolver e dar espaço para os outros evoluirem também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *